terça-feira ,22 setembro 2020
Home / Notícias / Vereadores voltam ao plenário da CMB de forma parcial

Vereadores voltam ao plenário da CMB de forma parcial

Plenário durante as sessões virtuais. Foto: Tarso Sarraf

Por 20 votos a favor, 3 contra e uma abstenção, os vereadores de Belém decidiram voltar ao plenário Lameira Bittencourt de forma parcial. A questão de ordem do presidente da casa, vereador Mauro Freitas, foi aprovada durante a sessão virtual desta terça-feira, 26. A proposta é de que parte dos parlamentares participem das discussões presencialmente e que outros, que são do grupo de risco, permaneçam em casa acompanhando as sessões e debatendo via internet.

O presidente parabenizou os vereadores por aprovarem a iniciativa para que a CMB seja a primeira Câmara do Brasil a retomar os trabalhos legislativos de forma semipresencial. Segundo ele, todos os cuidados necessários serão tomados, como uma nova desinfecção no prédio, o respeito ao distanciamento social, além do uso obrigatório de máscaras e álcool gel. “Vamos dar uma grande contribuição pra Belém. Precisamos estar ativos neste momento de retomada, ao lado da prefeitura, do governo e da população. Somos papel fundamental nesse processo. É inédita essa forma de se fazer política”, disse Mauro.

Com a aprovação, as sessões vão retomar de forma gradual, assim como a presença dos parlamentares na casa legislativa. Inicialmente, as votações serão as terças e quartas em horário regimental. Não será permitida a entrada de nenhum assessor no plenário. Será aceito apenas um assessor no gabinete para dar suporte ao vereador e o controle da entrada será feito pela Guarda Municipal. Os microfones serão higienizados, assim como as cadeiras, mesas e equipamentos usados no plenário. O acesso a galeria popular vai permanecer suspenso, assim como o atendimento ao público.

Toré Lima (Republicanos) criticou a iniciativa e manifestou preocupação com a volta da sessões presenciais. Na opinião dele, virtualmente os trabalhos estão acontecendo de forma eficiente. Ele sugeriu ainda estender as votações para 3 dias na semana, mas disse ser contra que fosse descumprido o isolamento social. “Temos que dar exemplo de isolamento e de ficar em casa até o fim da pandemia”.

Fernando Carneiro (PSOL) também votou contra a volta dos vereadores ao plenário. Para ele, é contraditório retornar antes da reavaliação do fim do lockdown. Ele chegou a propor que a votação fosse adiada por uma semana até que saísse a nova decisão dos gestores municipal e estadual.  Nilda Paula (PSD) disse que a preocupação com os familiares que estão em casa era grande e que por isso optaria por continuar apenas a forma virtual. Nazaré Lima (PSOL) preferiu se abster e disse que acompanharia em casa ou no plenário, sem diferença.

Emerson Sampaio (PP) se manifestou a favor da retomada desde que muito muito bem avaliada. “Tem que ter responsabilidade, orientação técnica e critérios bem amarrados”. Como médico, Dr. Elenilson (Avante) disse que é possível ter segurança na volta do poder legislativo. “Ficaremos distantes um do outro, com máscara e o grupo de risco fica em casa”, enfatizou. Sargento Silvano (PSD) ponderou que policiais e médicos estão nas ruas e que como representantes do povo os vereadores precisam se fazer mais presentes.

Adriano Coelho (PDT) afirmou que a antecipação da CMB mostra o compromisso do parlamento municipal com o povo em continuar trabalhando. Ele disse ainda que 40 % dos vereadores já tiveram o vírus e se recuperaram. Simone kahwage (Cidadania) disse que já existe um estudo técnico de retorno gradual e que a Câmara não pode ficar de fora. “É vergonhoso ir abrindo tudo e nós que fomos escolhidos pra estarmos aqui continuando em casa”.

O vereador Gleisson Silva (PSB) concluiu que como ainda não temos a cura para o coronavírus, não podemos parar. “Temos que dar exemplo de se cuidar mas não ter medo de mostrar que dá pra conviver, voltar aos poucos, se cuidando”, disse ele. Ao final da sessão, o presidente da CMB afirmou que até sexta-feira vai divulgar o decreto da casa para a retomada parcial dos trabalhos legislativos presenciais.

Você pode Gostar de:

Câmara aprova projetos em bloco

Plenário durante a sessão desta terça-feira, 22. Na manhã desta terça-feira, 22, a Câmara Municipal …

Skip to content