domingo ,20 setembro 2020
Home / Vereadores / DC / Juventude Partidária debate sustentabilidade em encontro na CMB

Juventude Partidária debate sustentabilidade em encontro na CMB

Juventude Partidária defende que as agendas políticas priorizem a sustentabilidade.

Tratamento do lixo, saneamento básico e mobilidade urbana estiveram em pauta na Câmara Municipal de Belém na manhã  desta sexta-feira,29, durante encontro realizado por grupos da Juventude Partidária do município.  Com o tema “Sustentabilidade e suas diretrizes” o encontro reuniu jovens interessados em incluir a questão ambiental como prioridade na agenda política da cidade.

A importância do tema em ano pré-eleitoral foi destacada pelo presidente da Juventude do Podemos, Gustavo Freitas. “Essa casa e a cidade de modo geral já está em ritmo de ano eleitoral, um ritmo que nos leva a pensar em renovação, de forma que aqueles que vão concorrer a um cargo político no próximo pleito precisa ter em mente que é papel dos parlamentares e da prefeitura buscar o diálogo com os grupos que, fora da esfera político-partidária, atuam em prol da sustentabilidade como forma de desenvolver o município”, disse Gustavo.

O presidente do Podemos Jovem também citou iniciativas como o IPTU Verde, adotada em capitais como Salvador-BA, como medida eficaz para fazer a sociedade entender e se engajar no princípio da sustentabilidade.  “O IPTU Verde é uma espécie de recompensa para quem se empenha em contribuir para uma cidade mais sustentável”, explicou.

Para o presidente da Juventude Democrata, Dirceu Cavalcante, discutir sustentabilidade é importante para qualquer cidade, estado ou país, mas é preciso reconhecer que hoje tudo o que for pensado e feito nessa área terá efeito a médio e longo prazo. ” A realidade é que os trabalhos têm que começar agora para que os efeitos positivos de um mundo sustentável tenha impacto nas futuras gerações. Os resultados negativos da pouca atenção que se dá à sustentabilidade nós já estamos vivendo. Por isso acredito que os debate sobre o tema não deve ser apenas político, mas técnico”, declarou.

Uma visão futura de vida sustentável passa por uma mudança de cultura, na avaliação de Hugo Puty, Grande Secretário Estadual da Ordem Demolay. “A  mobilidade urbana é um dos principais tópicos da sustentabilidade. Existe a necessidade de se utilizar outras modalidades de transporte em Belém, hoje concentrada em veículos automotores. Se num período de dez anos nós conseguirmos mudar isso naturalmente, ainda será possível buscar um país melhor pra se viver.O grande problema a meu ver é que nosso consumo não é sustentável. O desejo do ser humano é ilimitado, mas os recursos ambientais são finitos”.

Vereador Mauro Freitas incentiva maior participação política dos jovens de Belém.

Responsabilidade coletiva

Entre componentes da mesa e da plenária, várias pessoas manifestaram suas opiniões a respeito do tema e dos problemas que ainda travam a sustentabilidade em Belém. Coleta e tratamento de lixo e transporte público estão entre os mais citados. Sobre isso a secretária de juventude do mandato do vereador  Mauro Freitas, Júlia Freitas, avalia que na raiz de tudo está o saneamento básico e a educação. ” Embora eu precise admitir que não domino o assunto, eu entendo que não existe cidade sustentável sem saneamento básico. Acredito que transporte é preocupante. Vejo a Prefeitura ser criticada o tempo todo por problemas nesses serviços, mas a verdade é que não existe conscientização. Creio que uma alternativa é a educação sustentável ser implantada nas escolas desde muito cedo, porque não adianta o poder público criar leis, investir em campanhas, se não houver o envolvimento das pessoas. Se não houver essa conscientização pessoal”, enfatizou Júlia.

O coordenador municipal de juventude da prefeitura de Belém, João Vítor Santos reiterou a importância da parceria entre o poder público e a sociedade civil em projetos de cunho sustentável. “A prefeitura de Belém está trabalhando em diversas frentes de sustentabilidade. Estamos inclusive com um projeto-piloto no bairro do Jurunas, para evitar o descarte irregular de resíduos de açaí nas ruas. Para se ter uma ideia, Belém produz 350 toneladas de caroços de açaí por dia e o projeto trabalha na destinação sustentável desse material”, citou o coordenador.

Em seu pronunciamento o presidente da casa, vereador Mauro Freitas (DC), parabenizou a mobilização da Juventude Partidária para realizar o encontro e o debate sobre sustentabilidade, chamando a atenção para o poder que a juventude tem nas questões sociais. “Só para dar uma exemplo, Belém é uma das poucas cidades em que a carteira de meia passagem permite aos estudantes ir a qualquer lugar da cidade, enquanto outros municípios estabelecem cotas e outras nem garantem esse benefício. E a carteirinha foi uma conquista dos jovens da minha geração, o que me orgulha muito”.

Em referência ao tema do encontro, o vereador disse que algumas abordagens sobre lixo e transporte público em Belém precisam ser bem esclarecidos. ” Como eu sempre afirmo, a questão do lixo não pode ser responsabilidade apenas de Belém, assim como o transporte. Esses serviços são metropolitanos, mas quando aparecem os problemas só Belém é cobrada e criticada”.  Ele incentivou os jovens presentes a ajudarem na construção de uma agenda política mais sustentável para Belém.

“Aqui estão reunidos jovens que podem e devem se candidatara cargos políticos para fazer mais por Belém. Eu, como vereador e presidente da casa, tenho orgulho de dizer que garanti a licitação do transporte público em Belém, que começa a vigorar no próximo ano. Essa é uma mudança significativa para nosso sistema de transporte, que nunca foi sequer tentada nas outras legislaturas”, afirmou.

No encerramento do encontro o presidente da CMB sugeriu que seja realizado, em março de 2020 , um grande encontro da juventude reunindo representantes de toda a região metropolitana para que o debate sobre sustentabilidade seja ainda mais amplo e participativo. Mauro Freitas entregou ainda aos organizadores do evento, a minuta do projeto de sua autoria que institui em Belém o Plano Municipal dos Direitos da Juventude e o Conselho Municipal da Juventude. A ideia é que os jovens discutam e encaminhem sugestões e, dessa forma, participem da elaboração do projeto, que deve ser apresentado até 13 dezembro para aprovação dos vereadores e encaminhamento ao Executivo.

Você pode Gostar de:

Passagem Alm. Saldanha Marinho passa a se chamar Padre João Maria Van Doren

Foto: Fundação Nazaré de Comunicação Um projeto de lei de autoria do vereador Amaury da …

Skip to content