domingo ,28 maio 2017
Home / Notícias / Vereadores de Belém querem mais rigor na fiscalização dos frigoríficos da capital

Vereadores de Belém querem mais rigor na fiscalização dos frigoríficos da capital

Foi aprovado por  maioria de votos, na manhã desta quarta feira, 22, um requerimento que solicita à Secretaria Municipal de Saúde que, em conjunto com a Câmara Municipal, intensifique a fiscalização sanitária nos estabelecimentos que direta ou indiretamente se relacionem ao comércio e consumo de alimentos.

A proposta, encaminhada pelo vereador Sargento Silvano (PSD), envolve todas as etapas de processo de produção até o consumo de alimentos na capital paraense. Entre os locais a serem vistoriados estão  frigoríficos, açougues, supermercados e comércio de alimentos. “O objetivo não é prejudicar os comerciantes, ao contrário, a intenção é mostrar que os produtos que entram nas nossas casas são de qualidade. Assim, vamos tranquilizar a população que hoje está preocupada”, disse Silvano.

O assunto entrou em pauta na CMB após a repercurssão da Operação “Carne Fraca”, da Polícia Federal, deflagrada em algumas regiões do Brasil. Mais de 5 mil frigoríficos foram fiscalizados, 21 estão sendo investigados e três foram interditados. O presidente Michel Temer (PMBD), anunciou uma força-tarefa para combater o problema anunciado pela PF.

Dos 27 vereadores presentes, apenas dois votaram contra a fiscalização. O vereador Gustavo Sefer (PSD) considerou a operação um exagero e disse que a preocupação são os impactos que isso pode gerar na economia do país. “O nosso país já está numa crise econômica. A consequência vai ser pra toda classe produtora, inclusive para os que trabalham de forma séria e correta. A minha preocupação é que com esse debate possamos dar mais margem ainda pra uma situação que vem prejudicando a nossa economia”, justificou Gustavo.

Para o vereador Dinelly (PSC) será interessante para a casa formar uma frente parlamentar para fiscalizar esses locais. “Vamos vistoriar todos os cantos de Belém, vários bairros. É comum nas ruas encontrar venda de carne em cima de mesas, sem refrigeração, sem higiene”, ressaltou o vereador. Henrique Soares (PDT) acrescentou que a fiscalização deve ser feita com muita tranquilidade, sem excessos e orientando os comerciantes.

Você pode Gostar de:

Sessão especial para debater ar condicionado nos ônibus está em votação

Vereadores de Belém iniciaram na manhã desta terça-feira, 16, a discussão sobre uma sessão especial …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *