sábado ,22 setembro 2018
Home / Notícias / Vereadores concedem títulos de Patrimônio Cultural e Imaterial a obras de Artistas Paraenses e a Festividade

Vereadores concedem títulos de Patrimônio Cultural e Imaterial a obras de Artistas Paraenses e a Festividade

Mestre Vieira/ Foto: Diário Online

Na sessão ordinária desta terça feira, 22, os vereadores de Belém aprovaram a concessão de três títulos de Patrimônio Cultural e Imaterial. O primeiro projeto, de autoria do vereador Mauro Freitas (PSDC), concede o título às obras musicais de mestre Laurentino.  O paraense João Laurentino da Silva é considerado o roqueiro mais antigo do Brasil. Aos 92 anos, o gaitista já viajou o mundo todo divulgando a cultura do Estado, com composições como “Loirinha Americana”, que o tornou um ícone no meio musical. O músico autodidata também teve várias canções gravadas por grandes músicos nacional, como Gilberto Gil e Tom Zé.

Mestre Vieira também foi escolhido – pelo presidente da casa – para receber a condecoração. As obras musicais e a discografia do artista estão marcadas na história do estado do Pará. O autor da guitarrada morreu em fevereiro deste ano, aos 84 anos, com 18 discos gravados e após receber do Ministério da Cultura a medalha de Ordem ao Mérito Cultural pelo seu relevante serviço prestado à cultura brasileira. Para o presidente da casa a homenagem foi justa e merecida. “Nossa história precisa ser contada e recordada, para sempre, para que as futuras gerações nunca esqueçam a nossa origem, identidades. Temos que aprender a reverenciar os mais velhos e àqueles que levaram nosso nome longe com muito orgulho”, justificou Mauro.

O Projeto de Lei ,de autoria do vereador Amaury, da APPD (PT), que concede o título a Festividade de Nossa Senhora do Ó, em Mosqueiro, também foi aprovado.  A festividade acontece em dezembro de cada ano e reúne mais de 50 mil católicos na ilha. Em 2018, a procissão completará 150 anos. O evento começa com uma missa campal em frente à capela Sagrado Coração de Jesus, na praia do Chapéu Virado; e, em seguida, a imagem de Nossa Senhora do Ó é levada – em procissão – pela avenida 16 de Novembro até a Praça Matriz. Em um percurso de aproximadamente oito quilômetros.

Inclusão no Calendário Oficial de Belém

Também relacionado a cultura, os parlamentares aprovaram a inclusão do Concurso de Quadrilhas Juninas de Belém, no Calendário Oficial de eventos do município de Belém.

O vereador Emerson Sampaio (PP) foi o autor do projeto.

Você pode Gostar de:

Sessão Especial marca o início das homenagens ao Círio de Nazaré na CMB

Uma sessão especial nesta quinta feira,13, na Câmara Municipal de Belém homenageou a padroeira dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Skip to content