terça-feira ,19 novembro 2019
Home / Vereadores / AVANTE / Vereadores aprovam voto de repúdio contra revisão de tarifa de energia elétrica

Vereadores aprovam voto de repúdio contra revisão de tarifa de energia elétrica

Rildo Pessoa destaca posicionamento da CMB na questão da tarifa de energia elétrica praticada pela Celpa.

Repercutindo a audiência pública realizada na última sexta-feira,14, em Belém, pela Agência Nacional de Energia Elétrica para apresentar a proposta preliminar da revisão tarifária periódica da Celpa, a Câmara Municipal de Belém aprovou na sessão ordinária desta terça-feira,18, requerimento do vereador Rildo Pessoa (Avante) que propôs voto de repúdio a mais um reajuste na tarifa de energia,  que deve entrar em vigor já a partir do mês de agosto.

De acordo com a Aneel  a revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão das distribuidoras com o objetivo de obter o equilíbrio das tarifas tendo por base a remuneração dos investimentos das empresas voltados para a prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas reconhecidas pela Agência.

No Pará a proposta de  revisão tarifária da Celpa vai onerar principalmente a classe de consumo de baixa tensão. O reajuste previsto é de 6,30%.  ” A Celpa atende 2 milhões e 600 mil unidades consumidoras aqui , sendo que a maioria é consumo de baixa tensão, então precisamos mostrar que a Câmara não silenciou e tem se posicionado oficialmente contra esses abusos da concessionária, porque ninguém aguenta mais”, declarou Rildo Pessoa.

Entre os vereadores que apoiam o voto de repúdio há consenso sobre a necessidade de mobilizar todas as Câmaras Municipais do estado e todas as lideranças políticas para dizer não ao aumento de tarifa. “Espero que a concessionária faça uma análise mais sensata  e no mínimo retire o Pará desse pacote de reajustes”, disse o vereador Igor Andrade (PSB). Para o vereador Pablo Farah (PHS) “é importante repudiar o aumento abusivo e exigir melhorias na prestação dos serviços da empresa”.  O vereador Toré Lima (PRB), presidente da Frente Parlamentar da CMB que busca soluções para os conflitos entre consumidores e a Celpa, reitera que só uma conjunção de esforços trará respostas  à população. “A Aneel precisa ser pressionada pelo governador do Estado, pelos deputados estaduais e federais e pelos senadores para rever os critérios que definem o preço da tarifa de energia no Pará”, ressaltou.

Você pode Gostar de:

Dia da Consciência Negra será lembrado em sessão especial na CMB

Com a aprovação unânime do requerimento de autoria do vereador Mauro Freitas(DC) a Câmara Municipal …

Skip to content