quarta-feira ,18 setembro 2019
Home / Vereadores / PSB / Igor Andrade / Vereadores aprovam debate sobre  uso consciente da água fornecida pela Cosanpa

Vereadores aprovam debate sobre  uso consciente da água fornecida pela Cosanpa

Sessão na CMB vai discutir combate ao desperdício de água. Foto: galerias.orm.com.br

O impacto do desperdício da água sobre o valor  das contas que os consumidores pagam pelo serviço de abastecimento em Belém é o principal tema da sessão especial aprovada nesta segunda-feira,12, na Câmara Municipal. Proposta em requerimento do vereador Igor Andrade (PSB) a sessão também deve abrir espaço para o debate de questões como as constantes interrupções no fornecimento de água que penalizam moradores da maioria dos bairros da capital.

O apoio dos demais vereadores ao requerimento foi manifestado em meio a o registro de várias denúncias e reclamações contra o serviço público de fornecimento de água.  “Sem dúvida esse debate é muito importante pela atenção voltada para a conscientização contra o desperdício, mas também é preciso que a Cosanpa venha a essa casa explicar porque Belém está sofrendo tanto com a rotineira falta de água  nas torneiras e apresentar a real situação da empresa diante da perspectiva de privatização que está aí e todo mundo sabe”, declarou o vereador Fernando Carneiro (Psol).

Igor Andrade defendeu a necessidade de soluções para os problemas causados por diversos pontos de desperdício de água  já identificados na cidade e também de envolver a própria população em ações pela conscientização do uso racional da água e da preservação dos mananciais que abastecem Belém. ” Hoje os pontos de desperdício fazem com que muitas vezes a água não chegue às casas dos consumidores que pagam pelo serviço, com o agravante das ligações clandestinas que são outra causa do aumento no valor das faturas cobradas pela Cosanpa”.

Vereador Igor Andrade propôs a sessão especial que vai debater o uso consciente da água em Belém.

A rotineira falta de água também foi destacada pelo vereador Adriano Coelho (PDT). ” Vamos discutir uso racional da água, mas não vamos esquecer as dificuldades que moradores de bairros como Telégrafo, Sacramenta, Benguí  e o distrito de Icoaraci enfrentam quase todo dia porque a água da Cosanpa não chega nas torneiras e quando chega é de péssima qualidade. A sessão vai ser uma ótima oportunidade para que sejam cobradas melhorias para esse serviço”, afirmou.

Para o vereador Emerson Sampaio (PP) os problemas da Cosanpa são históricos e passam pela falta de uma gestão mais eficaz. ” A realidade é que a Cosanpa passa por um processo de recuperação e não tem recursos para investir em melhorias. A tubulação que transporta a água consumida em Belém é muito antiga, está completamente enferrujada e essa situação vem de gestões anteriores que aceleraram o sucateamento da empresa” disse Sampaio.

Em defesa do governo estadual o vereador Sargento Silvano (PSD) considera que mesmo tendo recebido a empresa  com muitos problemas,  a nova gestão está no caminho certo e chamou os vereadores a irem à Cosanpa para ver de perto o que está sendo feito para que o sistema passe a atender a população com mais eficiência e qualidade.

Como alternativa às deficiências apontadas no serviço de abastecimento de água, o vereador Zeca Pirão (SD) lembrou que há 12 anos tenta conseguir apoio para um projeto de captação de água do Rio Guamá por meio de poços na região de Belém.”Essa discussão é antiga. Meu projeto tem aval da Funasa, mas os governos anteriores não levaram adiante. A solução é barata e eficiente e está aí.É só colocar em prática para atender principalmente as pessoas que não têm acesso á água da Cosanpa hoje”, argumentou.

 

Você pode Gostar de:

Vereadores aprovam projetos do executivo em sessão extraordinária

Os vereadores de Belém aprovaram, em sessão extraordinária, nesta terça-feira, 17, dois projetos do executivo …

Skip to content