domingo ,23 julho 2017
Home / Vereadores / Marinor Brito / Vereadores aprovam criação da Frente Parlamentar contra a privatização da Cosanpa

Vereadores aprovam criação da Frente Parlamentar contra a privatização da Cosanpa

Vereadora Marinor Brito, autora do requerimento que cria a frente parlamentar

Requerimento da vereadora Marinor Brito (PSOL), em discussão desde a sessão ordinária anterior, foi aprovado na sessão desta terça-feira,25, pela maioria dos vereadores presentes. A  proposta  surgiu durante sessão especial do último 17 de março, solicitada pelo vereador Amaury da APPD (PT), quando foram debatidos os problemas constantes de falta de água enfrentados pela população da capital e a possível privatização da Cosanpa.

Ao defender a criação da Frente Parlamentar, Marinor Brito ressaltou que apesar da Cosanpa ser uma empresa estatal, decidir sobre a questão da água e esgoto é uma competência municipal. ” Mesmo que a Companhia seja estadual ela não pode tratar dessas questões sem a consulta prévia das câmaras municipais do estado do Pará. Essa é uma questão legal, e  estamos estudando uma ação para resguardar esse direito em relação ao processo de privatização da Cosanpa, que está em estudo, está em andamento, mas sem que essa Casa tenha tido a oportunidade de fazer qualquer manifestação, com respaldo legal, de liberação ou não liberação”, argumentou a vereadora.

O requerimento contou com voto de 13 vereadores contra 8. “A Frente Parlamentar irá atuar de forma política, indo atrás das informações, cobrando, fiscalizando os contratos e, se necessário, entrando com ações para impedir a venda como aconteceu com a Celpa, fazendo o povo pagar um preço muito caro pela tarifa de energia elétrica e por um serviço de péssima qualidade”, disse Marinor.

Marinor encerrou agradecendo aos 13 vereadores que se sensibilizaram com a importância do requerimento e disse que a Cosanpa precisa ser recuperada e que precisa ser garantida a qualidade no atendimento e a expansão nos serviços para que o povo tenha qualidade de vida.

A partir da aprovação do requerimento em plenário, as próximas etapas incluem a oficialização pela presidência da Casa e encaminhamento para que cada bloco partidário indique um representante para compor a Frente Parlamentar.

 

Você pode Gostar de:

Vereadores aprovam a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2018

Em sessão extraordinária nesta segunda feira, 19, a Câmara Municipal de Belém aprovou a Lei …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *