domingo ,22 outubro 2017
Home / Vereadores / Mauro Freitas / Vereadores agendam para sexta-feira,10, visita técnica ao aterro sanitário de Marituba

Vereadores agendam para sexta-feira,10, visita técnica ao aterro sanitário de Marituba

A suspensão da coleta de lixo, causada pela manifestação de moradores que interditaram o acesso ao aterro sanitário de Marituba, foi um dos assuntos debatidos pelos vereadores de Belém na volta ao plenário Lameira Bittencourt nesta segunda-feira,6, após o feriado de Carnaval.

Realizado por  famílias que vivem no entorno do aterro sanitário de Marituba, onde é depositado todo o lixo da Região Metropolitana de Belém, o protesto durou quatro dias e reivindicava  a desativação do aterro, em função  do mau cheiro e da ocorrência de problemas respiratórios entre os moradores.

Primeiro a subir à tribuna, o vereador Sargento Silvano (PSD pediu ajuda dos vereadores para dar uma resposta às comunidades. “A população paga impostos, por  isso cobra uma resposta, com razão. Vamos nos unir aos poderes, para que isso não volte a acontecer”, disse o vereador.

Joaquim Campos (PMDB) reforçou a discussão do problema e destacou a importância de uma fiscalização mais eficaz da Secretaria de Meio Ambiente e do Ministério Público na empresa Revita, responsável pelo aterro sanitário de Marituba. O vereador referendou uma vistoria na área para verificar as condições de execução do projeto e cobrar a suspensão da licença ambiental da empresa caso irregularidades sejam encontradas.

A explanação sobre o caso encerrou com o discurso do presidente da Câmara Municipal de Belém,vereador Mauro Freitas, que anunciou a iniciativa do poder legislativo em acompanhar de perto o caso. Os 35 vereadores foram convidados a fazer uma visita ao aterro sanitário, na próxima sexta-feira, 10. Mauro Freitas (PSDC) ressaltou que acompanhou a implantação do aterro, em cumprimento à lei federal que extinguiu os lixões a céu aberto,  como presidente da comissão que investigou a situação do lixão do Aurá. Freitas ressaltou que, juntos, os vereadores vão ver de perto a realidade dos moradores do local e buscar soluções para os problemas denunciados.

Você pode Gostar de:

CMB criará frente parlamentar para debater a Lei Kandir

Sob perspectiva de que sejam discutidos os impactos, as soluções e que a Lei Kandir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *