quarta-feira ,18 setembro 2019
Home / Vereadores / DC / Vereador propõe ao governo estadual isenção do ICMS sobre óleo diesel para empresas de ônibus

Vereador propõe ao governo estadual isenção do ICMS sobre óleo diesel para empresas de ônibus

Desonerar empresas pode ser alternativa para reduzir tarifa e melhorar serviços de transporte coletivo em Belém. Foto: Agência Belém.

A adoção de uma política de  isenção do ICMS sobre o óleo diesel às empresas de transporte público de Belém é a proposta que o vereador Emerson Sampaio (PP) quer encaminhar e discutir com o governo do Estado para viabilizar a operação do setor sem penalizar a população com aumentos no valor da tarifa. Uma sessão especial vai debater o assunto na Câmara Municipal.

Em requerimento aprovado na sessão ordinária desta terça-feira,11, o vereador Emerson Sampaio argumenta que todas as vezes que ocorre  aumento na tarifa de ônibus urbano, quem sofre é a população mais carente. “Quem sofre são os que moram nas periferias e que para deslocar todos os dias, necessitam, às vezes, utilizar mais de um ônibus para  chegar ao trabalho. Novamente  estamos convivendo com o anúncio do aumento na tarifa do transporte público, situação que aflige a população mais necessitada, aquela que não tem  outro meio de transporte, e está relegada à sorte de precisar do transporte público, que no caso de Belém, deixa a desejar” declara o vereador.

O presidente da CMB, vereador Mauro Freitas (DC) que tem se manifestado a favor da desoneração do transporte público, apoia integralmente a proposição. ” Quero parabenizar o vereador Emerson Sampaio pelo requerimento, porque é isso o que eu defendo. Temos a necessidade de desonerar a tarifa de ônibus, assim como já fizeram capitais importantes como Curitiba, Fortaleza e São Luís, onde já se vê melhorias no sistema de transporte público. O caminho é reduzir os impostos do setor, principalmente o ICMS”, disse Mauro.

Emerson Sampaio propõe debate com governo do Estado e prefeitura de Belém.

Ao solicitar ao governador Helder Barbalho a de isenção no imposto sobre o óleo diesel ao setor, Emerson Sampaio avalia que a medida equilibra as responsabilidades pela prestação do serviço. “Não podemos achar que só o setor público tenha que pavimentar os caminhos do negócio do transporte. É preciso que as empresas cumpram com a obrigação de prestar um serviço de qualidade aos usuários, com uma frota renovada e com ar condicionado, com ônibus limpos, com regularidade de horários, com funcionários capacitados para o bom atendimento do usuário”, reitera o parlamentar ressaltando que com essa contrapartida as empresas teriam que reduzir o valor das tarifas. ” Vamos debater com o governo estadual, com a prefeitura e com os empresários essa alternativa de redução de custos e a partir daí podemos chegar sim à redução da tarifa, porque não é mais possível que o trabalhador que vive de salário mínimo em Belém seja obrigado a comprometer 1/3 da sua renda com transporte”.

Apesar de apoiar a realização do debate, o vereador Fernando Carneiro (PSOL) disse que buscar na esfera estadual soluções para a questão do transporte não isenta a Prefeitura de Belém da responsabilidade pela garantia de qualidade do serviço. ” A Constituição Federal, em seu artigo 30, inciso V, estabelece que a competência do transporte público é do município. Não sou contra a criação de consórcios para administrar transporte, para administrar resíduos sólidos, mas isso não pode ser usado para retirar da Prefeitura essa responsabilidade, que é constitucional”, declarou.

Você pode Gostar de:

Vereadores aprovam projetos do executivo em sessão extraordinária

Os vereadores de Belém aprovaram, em sessão extraordinária, nesta terça-feira, 17, dois projetos do executivo …

Skip to content