domingo ,23 julho 2017
Home / Notícias / Vereador defende atuação da Força Nacional contra a criminalidade em Belém

Vereador defende atuação da Força Nacional contra a criminalidade em Belém

Segurança e saneamento voltam a centralizar as discussões na Câmara Municipal de Belém, na parte inicial da sessão desta segunda-feira,20. O horário de expediente foi marcado pela repercussão do ranking divulgado em rede nacional pelo Instituto Trata Brasil e que coloca Ananindeua e Belém entre as dez cidades brasileiras com pior sistema de saneamento básico do país.

Mas o foco dos parlamentares esteve mais uma vez na questão da segurança. A morte de mais um policial militar na última sexta-feira,17, na Região Metropolitana de Belém, motivou novas críticas à política de segurança pública do governo do Estado. Entre os vereadores que se manifestaram, Fernando Carneiro, do PSOL, disse que “uma guerra está sendo travada na cidade, e o governo do Estado está perdendo a luta contra a violência”. No mesmo tema, o vereador Sargento Silvano (PSD) destacou o número cada dias mais crescente de policiais assassinados por criminosos.” Isso representa a morte da segurança pública no nosso estado”, afirmou.

Sobre o assunto, em requerimento o vereador Emerson Sampaio (PP), propôs que a mesa diretora da Câmara indique ao prefeito Zenaldo Coutinho que solicite ao governador Simão Jatene “a interveniência do Estado junto ao governo federal, requerendo a imediata ajuda da Força Nacional para conter a criminalidade no município de Belém”. O requerimento foi aprovado à unanimidade.

No mesmo tema, a vereadora Marinor Brito (PSOL), parabenizou a iniciativa do vereador Emerson Sampaio, expressou sua solidariedade às famílias das vítimas de violência no Pará e em Belém e referiu-se a programas sociais do ex-prefeito Edmilson Rodrigues, citando projetos como o Sementes do Amanhã, Moleque Pandeiro e outros,
Vereador Emerson Sampaio
“como iniciativas de sucesso no combate à criminalidade, porque tirava crianças e jovens das ruas, oferecendo oportunidades de inserção social através de ações de educação e cultura”.

Na sequência, o vereador Fabrício Gama (PMN), reiterou solidariedade às famílias enlutadas em função da violência, mas rebateu o posicionamento de Marinor quanto ao êxito dos projetos citados pela vereadora. ” O problema da segurança tem que ser discutido sim, e com a sociedade, mas não essa comparação que a vereadora faz entre a gestão do ex-prefeito Edmilson e a do prefeito Zenaldo Coutinho não faz sentido, porque se esses projetos tivessem tido o sucesso alegado, Edmilson seria novamente prefeito e o que se viu foram sucessivas derrotas nas eleições”, destacou Gama.

A sessão ordinária desta segunda-feira na CMB foi encerrada logo após o encerramento da primeira parte da Ordem do Dia, devido à realização de uma reunião extraordinária do colégio de líderes

Você pode Gostar de:

Vereadores aprovam a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2018

Em sessão extraordinária nesta segunda feira, 19, a Câmara Municipal de Belém aprovou a Lei …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *