quarta-feira ,19 junho 2019
Home / Notícias / Vereador chama a atenção para a falta de apoio ao esporte amador em Belém

Vereador chama a atenção para a falta de apoio ao esporte amador em Belém

Vereador Toré Lima quer mais comprometimento do poder público com o esporte amador.

O assunto vai ser debatido na sessão especial proposta pelo vereador Toré Lima (PRB) e aprovada na sessão ordinária desta segunda-feira,15, na Câmara Municipal de Belém. Apesar de em seu requerimento o vereador focar na importância do futebol amador para a formação dos principais times profissionais da capital e região metropolitana e na grande quantidade de crianças e adolescentes envolvidos nas atividades esportivas do futebol, Toré Lima disse que a sessão especial vai trazer para o plenário legislativo a discussão sobre um problema comum a todas as modalidades do esporte amador: a falta de apoio e de incentivos dos governos municipal e estadual.

” É humilhante a situação de atletas amadores que, para participar de eventos esportivos, torneios e campeonatos fora de Belém, ou fora do estado, vão para as ruas, ficam nos semáforos pedindo ajuda. Isso acontece devido ao pouco ou nenhum apoio do poder público como é o caso da seleção feminina de basquete amador. A verdade é que no esporte, quem mais precisa é o que menos recebe atenção”, argumenta Toré Lima.

A inclusão de todas as modalidades do esporte amador no debate foi defendida pelo vereador Sargento Silvano (PSD). ” As dificuldades enfrentadas pelo futebol amador são as mesmas enfrentadas pelo atletismo, boxe, artes marciais. Falo por conhecimento de causa porque pratico Karatê há muitos anos e nunca vi investimentos que incentivem a disseminação desse esporte entre nossas crianças e jovens, apesar de todos os benefícios que essa prática traz”.

Ao manifestar voto de apoio ao requerimento, o vereador Pablo Farah (PMN) destacou a função social do esporte. “É inegável que o esporte amado ajuda a manter fora das ruas crianças e jovens, tanto por ser uma opção de lazer acessível, quanto por desenvolver valores como o espírito de equipe e a solidariedade”.

A desvalorização do esporte amador é um problema antigo, como afirma o vereador Emerson Sampaio (PP), praticante e incentivador do boxe. ” O esporte de modo geral é essencial para o desenvolvimento físico e moral de crianças e jovens, mas a falta de apoio é uma realidade, até mesmo no boxe, uma modalidade que sempre trouxe reconhecimento para o nosso estado”, disse o parlamentar que também critica a falta de espaços públicos para o esporte amador em Belém. “É inadmissível que uma cidade com quase 1,5 milhão de habitantes disponha apenas de dois ginásios públicos, sendo que o Altino Pimenta está desativado e o ginásio estadual inaugurado há pouco tempo, é inacessível para os atletas amadores por causa dos valores exorbitantes cobrados ali para a realização de eventos esportivos”.

A  falta de espaços para a prática do esporte amador tem solução, na avaliação do vereador Zeca Pirão (SD). “Em cada bairro de Belém deveria ser instalado um centro esportivo e para isso existem recursos federais. Precisamos de pessoas com iniciativa para ir atrás desses recursos”.

A realização da sessão especial ainda não tem data definida, mas o encontro deve reunir representantes de federações das diversas modalidades de esporte amador, Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer, clubes e organizações esportivas.

Você pode Gostar de:

Dia Municipal das Águas fará parte do calendário oficial de Belém

No dia 19 de Março passará a ser comemorado, no calendário oficial de Belém, o …

Skip to content