domingo ,28 maio 2017
Home / Notícias / Protagonismo da mulher na família e lutas sociais são destaque no Dia das Mães da CMB

Protagonismo da mulher na família e lutas sociais são destaque no Dia das Mães da CMB

Elogios emocionados a mulheres que assumiram os papéis de pai e mãe ou que se dividiram entre a própria família e o ativismo político e social em favor de outras famílias, predominaram na tribuna da Câmara Municipal de Belém. A sessão solene em homenagem ao Dia das Mães, nesta quinta-feira, 11, teve com ponto alto a entrega da Medalha e Diploma “Cordolina Fontelles de Lima” à personalidades apontadas pelas bancadas que compõem a Casa.

O tom dos pronunciamentos foi dado pelo vereador Mauro Freitas (PSDC), presidente da Casa, que abriu os trabalhos do dia relatando sua condição de filho registrado somente no nome da mãe. “Infelizmente ainda existe uma parcela da população masculina que peca nessa questão de assumir e criar filhos. Cerca de 90% dessa tarefa recai sobre as mulheres. No Brasil, boa parte delas são chefes de família, corajosamente mãe e pai ao mesmo tempo”, destacou emocionado.

Henrique Soares parabenizou a “grande história criada por cada mulher” e chamou a atenção para a luta daquelas que trabalham dentro e fora de casa. “Elas são capitãs de famílias”, afirmou. Em seguida Soares fez uma retrospectiva da trajetória de sua avó, Cordolina Fontelles, que empresta o nome às comendas entregues pela CMB. O vereador lembrou dela como ativista de políticas sociais e direitos humanos e mãe de nove filhos, um deles o deputado Paulo Fontelles, cujo assassinato, em 1987, motivou a retomada da militância política esquerdista que ela exercera na juventude.

A trajetória de Cordolina Fontelles também marcou o pronunciamento de Carol Rezende, administradora regional de Outeiro e Ilhas, que subiu à tribuna em nome das mulheres homenageadas. “Na época da Ditadura Militar, Cordolina lutou em favor dos estudantes e dos direitos do ser humano. Reivindicar o direito de todos é engrandecer o mundo e tentar consertar os desacertos registrados pela história. Hoje continuamos lutando por dias melhores, pela nossa família. Estou muito honrada de receber essa medalha”, observou.

Cilene Moreira Sabino de Oliveira, Presidente da Junta Comercial do Pará (Jucepa), também falou em nome das agraciadas e lamentou que a discriminação à mulher ainda seja uma realidade no Brasil. Ela ilustrou essa afirmação relatando ter sido questionada por, sendo mulher, ter concorrido e vencido as eleições para presidir um sindicato de empresários cujos associados são predominantemente do sexo masculino.

A sessão contou com a participação do Coral da Terceira Idade, do Palacete Bolonha, e da Banda de Música da Guarda Municipal de Belém, que encerrou a cerimônia executando carimbós, numa alusão ao fato de o Legislativo Municipal ter assumido oficialmente a defesa e a luta pela valorização desta manifestação musical paraense.

Receberam a Medalha e Diploma Cordolina Fontelles de Lima as seguintes pessoas: Camille Bendahan Bemerguy (Gustavo Seffer, bloco PSD/PTC); Cilene Moreira Sabino de Oliveira (Celsinho Sabino, PSC/PPS); Elisabete Maria Campelo Kahwage (Simone Kahwage, PRB); Carol Lobato Rezende Alves (Mauro Freitas, PSDC); Cleia Rendeiro Fernandes (Mauro Freitas, PSDC/PT do B); Alessandra do Socorro da Silva Jorge (Delegado Nilton, PDT/PP/PSL); e Marilene da Silva Valente de Souza (Gleisson, PSB/PSDB/PTB). As servidoras Maria Sampaio Pinto e Nazaré Bronze, do Departamento de Recursos Humanos e Diário Oficial da CMB, respectivamente, receberam homenagens especiais da Casa.

 

 

 

 

Você pode Gostar de:

Dia da Evangelização Carcerária é instituído

A partir da aprovação feita pelos parlamentares nesta segunda feira, 08, ficou instituído o Dia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *