quarta-feira ,21 agosto 2019
Home / Vereadores / PSOL / Enfermeira Nazaré / Profissionais de Enfermagem debatem conquistas e direitos em sessão comemorativa na CMB

Profissionais de Enfermagem debatem conquistas e direitos em sessão comemorativa na CMB

 

 

Sessão especial homenageia profissionais de Enfermagem e debate questões de interesse da categoria.

Profissões essenciais para o atendimento em saúde, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem foram homenageados nesta sexta-feira,10, em sessão especial realizada pela vereadora Nazaré Lima (PSOL). A sessão também antecipou as comemorações pelo Dia Internacional da Enfermagem e dos Enfermeiros (12 de maio) e o Dia Nacional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (20 de maio).

Enfermeira de formação e professora efetiva da Universidade Federal do Pará, a vereadora Nazaré Lima destacou que apesar ser maio ser um mês festivo para as categorias de enfermagem, é também uma oportunidade  para ampliar entre os profissionais, a reflexão e o debate sobre questões importantes para todos. ” Esse momento aqui hoje não é só de homenagem, porque há a necessidade de a  agente trazer para discussão questões como   condições de trabalho, piso salarial,segurança do trabalho, número de profissionais por paciente,o próprio Sistema Único de Saúde que precisa ser repensado entre outros pontos de interesse da profissão”, declarou a vereadora.  Sobre a questão salarial da categoria, Nazaré Lima apresentou recentemente  para discussão na Câmara Municipal de Belém,um projeto de indicação sobre o piso salarial para os profissionais da Enfermagem. ” É uma espécie de salário ético. Com esse projeto de indicação queremos chamar a atenção das autoridades e mostrar a necessidade de aumentar esse salário, estipulando um salário mínimo para a categoria” explicou.

Personalidades da Enfermagem foram homenageadas pela vereadora Nazaré Lima.

A sessão especial teve momentos culturais e de homenagens com a entrega de diplomas para diversas personalidades de destaque na Enfermagem.  O encontro teve a participação dos vereadores Dr. Chiquinho e Fernando Carneiro, companheiros de partido da vereadora Nazaré Lima;  Major do Exército Enfermeira Patrícia Souza, do Hospital Geral de Belém; Andreia Pessoa da Cruz, representando o Conselho Regional de Enfermagem, Antonia Trindade Valente , presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Pará; Regina Coeli Souza, presidente da Associação Brasileira de Enfermagem (Aben-Pará); Roseneide Tavares, diretora da Faculdade de Enfermagem da UFPA; Francinéia Castilho,coordenadora do curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Pará (Uepa) e a estudante Paula Monick Castro, da Executiva Nacional dos Estudantes de Enfermagem.

Representantes de diversas áreas de Enfermagem presentes à sessão,foram convocados a participar das manifestações contra os cortes na Educação anunciados pelo governo federal.

 

Mobilização

Durante a sessão especial  o tom da maioria dos pronunciamentos foi de crítica e de mobilização contra medidas  do governo federal consideradas prejudiciais para a categoria e trabalhadores de modo geral.

” Os cortes nas políticas públicas que esse governo vem realizando, não se justificam. Dinheiro há nesse país. E não se enganem. Os cortes na Educação embora sejam direcionadas para cursos como Filosofia e Sociologia, afetam sim a formação profissional não só da Enfermagem como de todas as áreas.  É a política atual nesse país está estrangulando a Educação de modo geral e são os interesses econômicos que estão por trás disso que devem e vão ser enfrentados, porque não vamos nos calar”, afirmou o vereador Fernando Carneiro.

A representante do Sindicato dos Enfermeiros do Pará, Antonia Trindade, reforçou as críticas aos projetos de reforma trabalhista e da Previdência propostas pelo governo Bolsonaro. ” Esses projetos de reforma vêm sacrificar ainda mais os trabalhadores. É mais um golpe que este governo prepara para os profissionais de Enfermagem, por isso precisamos de apoio como o da vereadora Nazaré Lima,para com a mobilização de toda a categoria, sermos resistência a esse golpe”.

Vereadora Enfermeira Nazaré reafirmou seu compromisso em defesa dos direitos da categoria e valorização da profissão.

Em nível local, uma das bandeiras dos profissionais de enfermagem é a jornada de trabalho de 30 horas. Um projeto de lei nesse sentido já foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado e aguarda do Governador Helder Barbalho. A regulamentação da carga horária é uma antiga reivindicação da categoria em todo o País.  Só no Pará a medida deve beneficiar  cerca de 70 mil inscritos no Conselho Regional de Enfermagem.

Pelo Conselho Regional de Enfermagem, a professora Andreia Cruz  também defendeu a união dos profissionais pela garantia de direitos.” O Coren/Pará tem se fortalecido e vai continuar à frente da luta pelas conquistas da categoria, tais como a jornada de 30 horas e o piso salarial. Para isso precisamos ter consciência da nossa força. Somos muitos e juntos seremos muito mais fortes”.

A valorização e os desafios da profissão motivam a estudante Paula Monick Castro a participar da mobilização. “A gente precisa combater essa política de cortes na Educação que vai afetar todo mundo. Na área da Saúde vamos mostrar que a enfermagem tem excelência na sua prática e é uma necessidade pública. Esse governo que está aí não representa a nossa enfermagem, nem estudantes nem os profissionais. Vamos continuar resistindo”, declarou Paula que ainda aproveitou para convocar a plenária para a mobilização nacional contra os cortes na Educação, no dia 15 de maio e também para uma manifestação que estudantes e profissionais de Enfermagem realizam no próximo dia 19, domingo, na Praça da República.

 

 

 

Você pode Gostar de:

Câmara inaugura novas instalações do Núcleo de Apoio ao Cidadão

Com mais conforto e garantia de acessibilidade aos usuários a Câmara Municipal de Belém inaugurou …

Skip to content