sábado ,23 setembro 2017
Home / Vereadores / Gustavo Sefer / Preservação das mangueiras de Belém é tema de sessão especial na CMB

Preservação das mangueiras de Belém é tema de sessão especial na CMB

A Câmara Municipal realizou, na manhã desta quinta-feira, 31, uma sessão especial para expor o quadro atual da arborização de Belém, em particular, de suas mangueiras. Na condição de proponente do requerimento para debater o assunto, o vereador Gustavo Sefer (PSD) assumiu a presidência da mesa condutora da sessão, composta pelo titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente,Fabrício Dias, Paulo Porto e Carlos Maneschy, engenheiros agrônomos da Semma; Ivan Aragão, gerente de Meio Ambiente da Celpa; Miguel Sampaio, vice-presidente da Associação Comercial do Pará; Eliana Monteiro, membro da Comissão de Meio Ambiente da OAB-PA, e o vereador Sargento Silvano (PSD).

Ao assumir a tribuna a fim de explicar as motivações que o levaram a solicitar a sessão, aprovada à unanimidade em plenário, o vereador Gustavo Sefer ressaltou que, pelo fato de ser um dos mais conhecidos cartões-postais de Belém, a mangueira tornou-se um símbolo da cidade, a ponto de a capital paraense ser conhecida como a cidade das mangueiras. “Meu objetivo é permitir, através da sessão, que a população possa conhecer os meios empregados para a preservação deste símbolo belenense, inclusive no que diz respeito à poda, que, em geral, sempre causa polêmica”, observou Sefer. “Que possamos aqui oferecer um papel pedagógico da atuação da Semma nesse processo”, completou.

Logo após, o Sargento Silvano destacou “o trabalho aguerrido” da Semma, “quase uma missão de 007, por parecer de execução até impossível”, observou, com humor, para definir o trabalho de preservação da arborização da cidade, por parte do órgão.

Na condição de secretário municipal de Meio Ambiente, Fabrício Dias, disse que, ao assumir a Semma, no início deste ano, o foco principal da sua gestão foi o de sair do gabinete e levar a equipe operacional para as ruas. Para ele, o planejamento, neste caso, ” é fundamental não só no acompanhamento da situação das mangueiras, como o de outras espécies, também carentes de manutenção”. O secretário reconheceu os problemas causados pela queda das mangueiras no inverno passado. “Mas é preciso notar que a cidade sofreu a ação de chuvas e ventos intensos como não tinham sido verificados nos últimos 40 anos”, sublinhou. “Ainda bem que tivemos apenas danos materiais, sem nenhuma fatalidade”, disse ainda.

Sobre a questão da poda, Fabrício Dias ressaltou que esta ” é uma operação complexa, que exige a participação de órgãos como Celpa, Semob e Sesan. Fizemos o acompanhamento, em 40 operações emergenciais nos últimos seis meses, de mais de 600 árvores, na grande maioria centenárias. E isso num território que abrange Belém, Outeiro, a ilha de Cotijuba e Mosqueiro”, explicou. “É comum se reclamar do transtorno causado pelas podas, mas a benfeitoria que fica para a sociedade é de fundamental importância”, finalizou o secretário.

Plano de arborização

Dando continuidade à sessão, o engenheiro agrônomo da Semma, Paulo Porto, através de projeção de slides, apresentou o Plano Municipal de Arborização Urbana de Belém. Na oportunidade, traçou um histórico da utilização da mangueira na arborização da cidade, cuja origem remonta ao período do intendente Antônio Lemos, de 1893 a 1911. Delineou, ainda, o sistema de gestão da Semma, as ações preventivas e os desafios enfrentados pela Secretaria para que Belém alcance o status de cidade verde.

Como gerente de Meio Ambiente da Celpa, Ivan Aragão detalhou os procedimentos necessários para a atuação compartilhada entre a empresa, responsável pelo desligamento da energia e emprego de seu maquinário, e a Semma no complexo processo de podagem das mangueiras, “que resulta em benefícios que em muito superam os eventuais transtornos causados durante a operação”, finalizou.

Você pode Gostar de:

CMB aprova requerimentos e sessões especiais nesta quarta feira

Durante a sessão ordinária desta quarta feira, 13, os vereadores de Belém aprovaram 8 sessões …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *