segunda-feira ,11 dezembro 2017
Home / Vereadores / Fabrício Gama / Músicos paraenses discutem direitos e valorização da categoria na CMB

Músicos paraenses discutem direitos e valorização da categoria na CMB

Vereador Fabrício Gama e os homenageados durante a sessão especial do Dia Municipal do Músico.

O plenário da Câmara Municipal de Belém foi palco nesta quarta-feira,22,  do melhor da música paraense representada por diversos artistas e bandas regionais, com a participação especial dos músicos da Guarda Municipal de Belém,  durante a sessão especial  que comemorou o Dia Municipal do Músico e homenageou cantores, compositores e bandas pela data e pelo trabalho no cenário musical da cidade.

Aprovada por unanimidade pelos parlamentares de Belém, a sessão especial de autoria de Fabrício Gama (PMN) foi a expressão da paixão do vereador pela música e da vontade política em fazer mais pela valorização do músico paraense. “Infelizmente os músicos ainda não tem o reconhecimento que merecem. Entre várias iniciativas para melhorar as condições de trabalho desses profissionais, estou trabalhando na proposta de que os músicos recebam 100% do cachê artístico e que não sejam descontados a comida e bebidas que eles consomem. Outra proposta é fixar um repasse mínimo aos músicos independente do público que comparecer ao local. Também vamos centrar esforços para que, em todo evento público com atração internacional em Belém, seja obrigatória a contratação de músicos locais”, informou Fabrício, ressaltando que seu gabinete na CMB está aberto para receber sugestões e propostas que possam ser incluídas nesse projeto.

Keila Lima, presidente do Sindicato dos Músicos, defende mudanças imediatas na legislação que rege a categoria.

Mobilização

Mais do que uma homenagem, o evento trouxe para discussão os problemas enfrentados pela categoria, em Belém e no Pará. “A situação do músico paraense hoje é humilhante”, desabafou a presidente do Sindicato dos Músicos do Pará, Keila Lima, que expôs várias situações em que o artista local é desvalorizado em relação aos artistas nacionais que se apresentam em Belém. Segundo Keila, a sessão especial convocada pelo vereador Fabrício Gama (PMN) é o primeiro passo para as mudanças que o segmento pretende implementar em benefício dos profissionais da música. “Viemos aqui também tratar de diretrizes que vão mudar a categoria para melhor. A nossa expectativa é sair dessa sessão com  indicativos de fortalecimento da classe e mudanças reais na questão das leis municipais já aprovadas pra categoria, que vão ser devidamente fiscalizadas de forma que a classe venha a ser assistida em todos os seus direitos e conhecimentos dos seus deveres na RMB e no Pará”, destacou.

Uma das necessidades imediatas da categoria segundo Keila Lima, é a mudança na lei do courvet artístico. “Isso vai ser rigorosamente fiscalizada, porque o courvet é pago e não está sendo repassado para os músicos”, disse a presidente do Sindicato dos Músicos, que também anunciou as conversas que está tendo com o prefeito Zenaldo Coutinho para a implantação do projeto que vai levar música para as escolas da rede municipal.

A pluralidade da música paraense foi destacada pelo cantor Markinho Duran, um dos artistas homenageados na sessão especial. “A música paraense é de uma pluralidade riquíssima e muito pouco é mostrado lá fora. O que o Brasil conhece não é nem 5% de toda essa diversidade cultural que nós temos. Então uma homenagem como essa é muito digna, porque hoje ser artista, levar cultura e enriquecimento cultural para as pessoas não é uma coisa fácil. Precisa sim de valorização, de mais investimentos. Os administradores da capital e do estado precisam olhar com mais carinho para isso e investir em promoção cultural, em festivais e eventos com música ao vivo em praça aberta para que o público conheça toda essa pluralidade a que me refiro”, disse Markinho.

Você pode Gostar de:

Evento que beneficia a Fundação Pestalozzi é reconhecido pela CMB

Na manhã desta terça feira, 28, a Câmara Municipal de Belém aprovou à unanimidade o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *