quarta-feira ,12 dezembro 2018
Home / Notícias / Doadores de medula óssea terão prioridade em estabelecimentos comerciais

Doadores de medula óssea terão prioridade em estabelecimentos comerciais

Vereador Gustavo Sefer

A partir da sanção do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, fica estabelecido que pessoas inscritas no Registro Brasileiro de Doadores de Medúla óssea (Redome) terão atendimento prioritário em todos os estabelecimentos comerciais, bancários, de serviços e similares no município de Belém. O projeto de lei que estabelece essa medida foi aprovado na manhã desta segunda feira, 12, durante a sessão ordinária na CMB. A autoria é do vereador Gustavo Sefer (PSD) que durante a discussão da matéria, voltou a defender a importância da aprovação do projeto no âmbito da saúde para incentivar cada vez mais os cidadãos a se cadastrarem no banco nacional de doadores de medula óssea. “Esse projeto determina que as pessoas identificadas como doadoras sejam tratadas com prioridade nos estabelecimentos comerciais como uma forma de incentivo e reconhecimento a essa atitude, porque é fundamental que as pessoas tenham consciência de que a medula óssea pode curar até 80 diferentes tipos de doenças”, ressaltou.

Entre os vereadores que votaram a favor do projeto, Mauro Freitas (PSDC) disse que vê com muito cuidado a questão da concessão de privilégios em qualquer área social, mas que é inegável a relevância de uma iniciativa como a do vereador Gustavo Sefer, que tem como foco a valorização do doador de medula óssea e por conseguinte, do Redome. “Quero parabenizar o vereador pelo projeto e novamente parabenizar a Fundação Hemopa que estará sendo homenageada em sessão especial proposta por mim para comemorar os seus 40 anos de fundação. Faço essa referência porque o Redome é uma das peças principais no mecanismo do Hemopa hoje, e ambos trabalham com o mesmo propósito humanitário que é o de salvar vidas. Por isso a aprovação de um projeto como o que acabamos de votar nesta casa é essencial não apenas para fomentar a discussão sobre esse tema, mas por alertar para a importância da doação de sangue e de órgãos para a sociedade de modo geral”, destacou o presidente da Casa.

O projeto do vereador Gustavo Sefer destaca que as pessoas inscritas no Redome deverão apresentar um documento comprobatório para não se sujeitarem as filas comuns, devendo ser atendidas em filas preferenciais. Todos os estabelecimentos deverão obrigatoriamente afixar em locais visíveis os informativos contendo a lei. O não cumprimento sujeitará aos infratores multa no valor de 20% do salário mínimo vigente. O valor será dobrado em casado reincidência.

Você pode Gostar de:

Lei Orçamentária Anual para 2019 é aprovada na CMB

Em sessão extraordinária, nesta quarta-feira, 05, os vereadores da Câmara Municipal de Belém votaram o …

Skip to content