quarta-feira ,18 setembro 2019
Home / Vereadores / PMN / Fabrício Gama / Dia Municipal do Feirante reúne a categoria em sessão especial na CMB

Dia Municipal do Feirante reúne a categoria em sessão especial na CMB

Dia do Feirante reconhece importância da categoria para a cidade.    Foto: Joâo Gomes/Agência Belém.

Antes do amanhecer, enquanto a maioria das pessoas ainda dorme, eles já estão em plena atividade para garantir o abastecimento da cidade. São homens e mulheres que fazem do dia a dia nas feiras e mercados de Belém sua fonte de renda e sustento da família. Nada mais justo que a categoria tenha sua importância oficialmente reconhecida pela lei nº 7482 de 2 de maio de 1990, que instituiu o Dia Municipal do Feirante, comemorado anualmente em 28 de agosto.

Em alusão à data o vereador Fabrício Gama (PMN) realizou nesta quinta-feira,5, uma sessão especial para homenagear os feirantes de Belém e, ao mesmo tempo, discutir assuntos de interesse da categoria. A sessão reuniu representantes do poder público, entidades de classe e trabalhadores de feiras e mercados.

Em Belém a política de abastecimento é de responsabilidade da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Economia. Atualmente são 22 feiras, três portos (Feira do Açaí, Porto do Açaí e Porto da Palha) e 18 mercados sob a gestão do município. Na Secon o total de feirantes cadastrados é de cerca de 8 mil atuando na capital.

Para o diretor de Feiras, Mercados e Portos da Secon, Cairo Parente, a homenagem aos feirantes é mais que merecida. “Todos vocês estão de parabéns. Conheço o trabalho árduo de cada um. Pra mim não é muito fácil falar de feirantes, porque cada feira é uma história, mas todos são importantes para a cidade e para a população”.

O representante do Instituto Ver-o-Peso, Mário Lima, elogiou a iniciativa do vereador Fabrício Gama e falou sobre os desafios do setor. “Esse reconhecimento é importante pra todos nós que não medimos esforços para bem abastecer a cidade, mas não temos muito o que comemorar. A maioria das nossas feiras está em estado degradante e isso precisa ser dito. Esperamos mais do prefeito Zenaldo Coutinho, queremos que ele olhe mais para nossas feiras”, disse Lima.

Também presente à sessão, o representante da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), Raimundo Oliveira, do Departamento de Resíduos Sólidos, destacou a parceria da Sesan com os sindicatos e associações de feirantes no trabalho de higienização das feiras e mercados. “Hoje o lixo é um desafio muito grande não só em Belém, mas em todo o mundo, mas penso que buscando parcerias vamos conseguir superar essa situação”, avalia.

Vereador Fabrício Gama homenageou os trabalhadores de feiras e mercados de Belém.

Dedicação e melhorias

Dos seus 59 anos de vida, 50 foram dedicados à rotina das feiras, primeiro na antiga feira da Conceição e depois na feira da Batista Campos. Essa é a história da presidente da Federação dos Feirantes e Empreendedores do Pará, Maria do Socorro Siqueira. “Me sinto honrada com o convite do vereador Fabrício Gama e com o reconhecimento do nosso trabalho. Todo esse tempo eu sempre lutei por melhorias pra nossa categoria e este ano, Graças a Deus, tive a alegria de saber que a Prefeitura de Belém fará a entrega de 2 mil barracas padronizadas para as diversas feiras da cidade, e com certeza esse será um passo importante para dar uma nova cara às nossas feiras”, comemora.

Em relação às melhorias pelas quais os feirantes anseiam, o titular da Secon, Rosivaldo Batista, disse que a profissionalização é determinante para o desenvolvimento do setor. “Convivo há muito tempo com sistemas de comercialização, em especial com o varejismo. Acompanho o crescimento do setor de supermercados e posso afirmar que o desenvolvimento do varejo passa pela profissionalização. Sem dúvida essa é uma marca da economia. Na esfera pública os desejos, as demandas, são ilimitados, mas os recursos não. Infelizmente não há como atender a todas”.

Com a experiência de quem conheceu de perto o sistema de abastecimento, o vereador Fabrício Gama encerrou a sessão falando aos presentes sobre sua atuação na Central de Abastecimento do Pará (Ceasa) junto com o secretário Rosilvaldo Batista, ex-presidente do órgão. “A Ceasa tem 46 anos de história e tenho orgulho de ter feito parte dessa história e das conquistas que alcançamos ali. Na Ceasa criamos a feira do peixe vivo e também o primeiro projeto eliminando a figura do atravessador entre produtores e feirantes”, contou.

Fabrício Gama destacou vários projetos que está encaminhando em parceria com a Secon, entre eles a Feira do Produtor Rural, primeiro na feira da Sacramenta e depois em todos os centros de abastecimento; uma versão municipal da Feira do Peixe Vivo e também a implantação do mercado de ervas no Complexo do Jurunas. “Temos que unir esforços para fazer com que nossas feiras e mercados cresçam em profissionalismo e qualidade para concorrer de igual para igual com os supermercados, mas com responsabilidade. Vocês feirantes merecem isso”, concluiu.

 

 

Você pode Gostar de:

Vereadores aprovam projetos do executivo em sessão extraordinária

Os vereadores de Belém aprovaram, em sessão extraordinária, nesta terça-feira, 17, dois projetos do executivo …

Skip to content