sábado ,8 agosto 2020
Home / Notícias / CMB pede criação de campanha para pagamento de impostos

CMB pede criação de campanha para pagamento de impostos

Foto: Cosmopolense

A Câmara Municipal de Belém vai pedir ao Governo do Estado que seja criada uma campanha de pagamento de impostos estaduais em atraso pelos contribuintes de pessoa física ou jurídica com parcelamento de valores, sem cobrança de multas, juros e correção monetária. A autoria do requerimento é do vereador Nemias Valentim (PSDB) que justificou a proposta dizendo que com este incentivo os cidadãos vão poder ficar em dia com os tributos mesmo diante da crise financeira que estamos vivendo. O pedido será enviado também à Prefeitura de Belém.

De acordo com Nemias, ao facilitar o pagamento e permitir aos contribuintes a isenção dos juros, multas, correções, além de parcelar valores, é possível elevar a arrecadação, garantir saúde financeira para as famílias e empresas do estado. O vereador ressaltou que uma dívida com valor irrisório no decorrer de 5 anos se torna gigante e inviável para o pagamento. “Meu apelo é para que os vereadores aliados conversem com o governador e Secretario de Finanças. Se eles negociarem, as dívidas serão pagas ao fisco estadual”.

Para a vereadora Nilda Paula (PSD) a campanha de incentivo ao pagamento de tributos, que não é feita há anos pelo governo do estado, é uma necessidade da população e de empresários de todo o Pará. Nilda enfatizou ainda que existe a dificuldade no atendimento por parte da Secretaria de Finanças do Município para apenas pegar uma informação e contou uma experiência recente na Sefin. “A fila é enorme e não tem ninguém para orientar sobre o pagamento de impostos. A pessoa acaba desistindo de pagar pela dificuldade que é colocada para uma coisa simples.”

Sargento Silvano (PSD) solicitou que o pedido de negociação de dívidas fosse estendido aos mototaxistas. Segundo ele, a prefeitura está fazendo diversas fiscalizações e muitas motos estão sendo guinchadas. “Queria pedir ao prefeito para suspender essas operações pois ainda estamos vivendo do auxilio emergencial”. Fernando Carneiro (PSOL) destacou que diversas categorias estão sendo penalizadas nesse momento de pandemia, seja pelo desemprego ou pela diminuição na arrecadação das empresas. O vereador sugeriu inclusive que seja suspenso o pagamento dos empréstimos consignados feito pelo Banco do Estado do Pará.   

Você pode Gostar de:

A importância do contabilista na retomada da economia é tema de debate na CMB

Um encontro na tarde desta quinta-feira, 06, na Câmara Municipal de Belém reuniu representantes do …

Skip to content