domingo ,16 junho 2019
Home / Notícias / CMB aprova voto de apoio à Guarda Municipal

CMB aprova voto de apoio à Guarda Municipal

O autor do requerimento, vereador Sargento Silvano (PSD)

Com 16 votos a favor, três contra e uma abstenção, a Câmara Municipal de Belém  aprovou na sessão ordinária desta segunda-feira,11, requerimento do vereador Sargento Silvano (PSD) para que a casa encaminhe à Guarda Municipal de Belém votos de apoio aos  guardas municipais e ao comando da GMB pelo evento ocorrido no último dia 08/02, em que guardas municipais foram acusados de agredir um cidadão na Praça da República. No requerimento o vereador  argumenta que o caso deve ser avaliado pela Corregedoria da corporação, antes da conclusão final.

Da tribuna Sargento Silvano criticou o que considera “linchamento público” pela imprensa, dos agentes envolvidos, referindo-se à ampla repercussão de um vídeo que foi divulgado nas redes sociais e reproduzido por diversos veículos de comunicação. Ele agradeceu aos vereadores que apoiaram sua iniciativa. ” A aprovação desse requerimento mostra que essa casa vai trabalhar sempre pela investigação e pela transparência dos fatos. Esses guardas estão sendo tratados como bandidos e quem defende vagabundo fumando maconha na praça deve estar rindo da cara dos agentes de segurança que agora correm o risco até de perder o emprego”,  indigna-se o vereador que fez questão de lembrar uma situação similar vivida por ele em atuação policial. “Eu cheguei a ser fichado como criminoso, a imprensa ficou meses me tratando como bandido e sete anos depois o Tribunal do Júri me considerou inocente. Hoje vejo esses agentes sendo julgados e condenados sem que tenha havido a devida apuração dos fatos”.

Apoio e críticas

Toda a bancada do PSOL na câmara votou contra a aprovação do requerimento, posicionando-se  em defesa da instituição Guarda Municipal de Belém  e em repúdio ao que avaliam como truculência de alguns agentes. “A Guarda Municipal desenvolve um trabalho muito importante de proteção ao patrimônio da cidade e também na manutenção da ordem pública, por isso mesmo cenas como as que foram mostradas não podem ser aceitas, principalmente porque naquela situação em particular, que poderia ter sido resolvida sem todo aquele excesso”, disse o vereador Dr. Chiquinho.

Para o vereador Fernando Carneiro apoio à Guarda Municipal é a defesa de melhoria salarial e de melhores condições de trabalho. “Não se discute aqui apoio à Guarda Municipal e sim os excessos dos guardas. O que a Câmara aprovou hoje foi a postura e o procedimento violento dos agentes envolvidos na situação que o vídeo mostra”, declarou.

Em argumento contrário ao vereador do PSOL, Pablo Farah (PHS) disse que votou contra o pré-julgamento, a condenação antecipada dos agentes. ” Ficou claro que o cidadão se recusou a acatar a intervenção dos agentes públicos. A ordem pública tem que ser respeitada. Precisamos restaurar a autoridade legal dos agentes de segurança”, afirmou Farah.

A vereadora Simone Kahwage (PRB) justificou o voto de apoio dizendo que é preciso conhecer todas as versões do fato antes de julgar. “Eu acredito que nesse caso específico, para os guardas municipais chegarem a agir daquela forma, houve antes muita tensão e motivos que não foram mostrados”. Pelo mesmo motivo, a vereadora Nilda Paula (PSD) assinou o voto de apoio proposto pelo vereador Silvano. ” Eu já trabalhei no CRF e posso afirmar que muitas vezes apanhamos, levamos cuspe na cara e outras agressões, e sabemos que é comum a imprensa mostrar só uma parte da história, sem saber o que houve antes. A meu ver, para chegar ao extremo, a Guarda Municipal deve ter esgotado todas as tentativas de controlar a situação”, avalia a vereadora referindo ao caso dos guardas municipais envolvidos em denúncia de abuso de autoridade.

Sessões especiais

Ainda na sessão desta segunda-feira,11, foram aprovados diversos requerimentos para a realização de sessões especiais.

De autoria do vereador Fernando Carneio (PSOL) foi aprovada e agendada para o dia 22 de março, sessão especial para debater o ordenamento e as políticas públicas de esporte e lazer.  Para debater a saúde mental no estado do Pará, o vereador Dr.Chiquinho (PSOL) propôs e teve aprovada sessão especial em data a ser definida.

Você pode Gostar de:

Homenagem a Assembléia de Deus lota o Plenário da CMB

Com o plenário da Câmara Municipal de Belém lotado de fiéis, membros e autoridades da …

Skip to content