segunda-feira ,20 novembro 2017
Home / Vereadores / Emerson Sampaio / Câmara celebra o Dia Municipal do Radialista

Câmara celebra o Dia Municipal do Radialista

Vereador Mauro Freitas na tribuna

A Câmara Municipal de Belém celebrou na tarde desta quarta feira, 08, o Dia municipal do Radialista. A sessão especial foi presidida pelo vereador Mauro Freitas (PSDC) que saudou todos os radialistas paraenses, citando os nomes que compuseram a mesa da solenidade, como Heloísa Huhn, Santino Soares e Giuseppe Tommaso. Mauro parabenizou todos os profissionais que atuam nas rádios de Belém e ressaltou a importância deste meio de comunicação, juntamente como a internet e a TV que estão entre os meios mais potentes no repasse da informação. ” Imaginávamos que as redes sociais iriam acabar com as rádios, foi quando todos se enganaram, porque a força que o rádio tem é muito grande e atravessa gerações.”

O evento reuniu os profissionais que dão cobertura nas principais rádios da capital, como Marajoara, Liberal, Diário, Cultura, além de rádios comunitárias. O Presidente do sindicato dos Radialistas do Pará, Antonio Silva, destacou que os profissionais que fazem parte da categoria “radialistas” desempenham 98 funções diferentes. Ele, por exemplo, é operador de áudio e dá suporte para o locutor. Antonio defendeu que a classe tem que agregar as novas tecnologias a favor do seu trabalho e precisa se qualificar. “O Maranhão já tem curso de comunicação com extensão para a formação em radialista. Precisamos de incentivo e apoio para fazer isso aqui no nosso estado”.

Heloísa Huhn durante o discurso

A vice presidente do sindicato dos radialistas do Pará, Heloisa Huhum, também defendeu a qualificação do profissional de rádio e reafirmou em seu discurso a responsabilidade que o radialista tem em informar de maneira séria e precisa a sociedade. Ela falou também da possibilidade em instalar no Estado do Pará uma escola técnica de Rádio. ” Eu tenho a certeza com a escola técnica iremos formar outros profissionais mais especializados, se juntarmos todas as forças Municipal e Estadual conseguiríamos tornar a rádio mais forte. A rádio nunca vai acabar “, disse.

O Dia Municipal do radialista é comemorado em Belém todo dia 21 de Setembro. A data foi incluída no calendário oficial da capital graças ao projeto de lei do vereador Mauro Freitas aprovado em Agosto de 2017. Lucivaldo Neves, mais conhecido como Luciano Manga, da rádio Diário Fm, falou da emoção de ser lembrado pela profissão e pela missão que desempenha. “Todos que trabalham em rádio fazem isso por amor. Sabemos que a profissão não dá dinheiro. Cresci acompanhando o trabalho de muitos de vocês que estão aqui e hoje ser homenageado junto com pessoas que são e foram referência pra mim é uma honra”.

O vereador Joaquim Campos (PMDB) lembrou emocionado dos colegas profissionais que já faleceram no exercício de sua profissão, e ressaltou ainda o crescimento da violência sofrida pela categoria. ” O que mais me entristece são as constantes ameaças que esses profissionais sofrem, dói vê amigos sendo ameaçados nos interiores, vamos lutar para que essa realidade possa mudar e vamos nos esforçar pra isso.” Emerson Sampaio (PP) acrescentou elogiando àqueles que trabalham com ética e criticou os que usam a profissão para denegrir a imagem dos outros. “Vocês entram nas nossas casas, nas nossas vidas, nos fazem sorrir e chorar e precisam usar esse poder a favor da comunidade e não contra”.

Radialista Giuseppe Tommaso

Emocionado, o radialista Giuseppe Tommaso demonstrou a felicidade em ser reconhecido. Ele lamentou que um dia a profissão tenha sido discriminada e falou que graças a esse trabalho já rodou o mundo contando histórias tristes e felizes, cobrindo Círio de Nazaré, fazendo reportagens diárias e circulando na área esportiva em 6 copas do mundo. “Ainda bem que hoje estamos vivendo novos tempos. Somos vistos como informação rápida e que chega a todos os cantos, até mesmo num local sem estrutura nenhuma. Pode surgir qualquer mídia, mas a rádio vai permanecer”.

Santino Soares, da rádio Liberal Am, denunciou que a maioria dos profissionais da área não tem carteira assinada e que o Ministério das Comunicações, Ministério Público e nem mesmo o Sindicato luta por essa mudança. “Precisamos ter esse reconhecimento dos nossos patrões. Somos companhia para a solidão, analgésico para dores e alegria pra aqueles que não tem recurso e se divertem apenas ligando o som e ouvindo uma música”. Hailton Pantoja, oJimmy Night, se disse honrado em fazer parte do quarto poder e considerou a vida diária uma luta. Ao final da sessão, mais de 80 radialistas foram agraciados com certificado de reconhecimento pelo excelente trabalho prestado à sociedade.

Você pode Gostar de:

Comissão vai solicitar que Segunda Esquadra da Marinha seja em Belém

Uma comissão vai requerer que a Segunda Esquadra da Marinha tenha Belém como sede. A …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *