terça-feira ,27 junho 2017
Home / Vereadores / Mauro Freitas / Câmara celebra Dia Municipal da Comunidade Luso-Brasileira

Câmara celebra Dia Municipal da Comunidade Luso-Brasileira

Portuguesa desde a sua origem, Belém traduz perfeitamente a união entre o Pará e Portugal. Para celebrar essa união, a Câmara Municipal de Belém, por meio de projeto de lei de autoria do vereador Mauro Freitas (PSDC), criou o Dia Municipal da Comunidade Luso-Brasileira e instituiu a sessão especial anual que homenageia personalidades da comunidade portuguesa com a comenda Luís Vaz de Camões.

Este ano a honraria foi concedida a 55 pessoas durante solenidade realizada no plenário Lameira Bittencourt, na tarde desta quinta-feira,8. A solenidade reuniu representantes da comunidade luso-brasileira em Belém como o vice-cônsul de Portugal, Francisco Neto Brandão, o presidente da Câmara do Comércio de Portugal no Pará, Reginaldo Ferreira, o presidente do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira no Pará, Luiz Otávio Rei Monteiro e o presidente do Grêmio Recreativo e Literário Português, Alírio José Duarte. Entre as autoridades, o vereador Victor Dias e o coordenador municipal de Turismo de Belém, Victor Cunha.

Em Belém, a comunidade portuguesa está organizada em 13 associações: Associação Vasco da Gama, Benemérita Sociedade Portuguesa Beneficente do Pará, Grêmio Literário e Recreativo Português, Centro Loriguense,Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Pará,Tuna Luso-Brasileira e Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil/Pará. São essas associações que indicam à Câmara Municipal a relação dos agraciados, entre personalidades das áreas de Educação, Esportes, Empresarial, filhos e netos de portugueses.
O vereador Mauro Freitas, presidente da CMB, destacou a importância do reconhecimento dos paraenses ao povo português. “Temos o entendimento de que Belém é a cidade mais portuguesa do país, como o Para é o mais português dos estados brasileiros. Tudo demonstra a força da cultura portuguesa aqui, seja na arquitetura, seja na culinária, seja no seu povo. Enfim, Portugal é pra mim a comunidade mais importante que nós temos na nossa cidade e no nosso estado e nada mais justo nós reconhecermos essa importância”, afirma.

A forte identidade portuguesa da capital paraense também é destacada pelo diretor de comunicação oficial do gabinete do prefeito, Manoel Leite, que representou o prefeito Zenaldo Coutinho na solenidade. Neto de portugueses, Manoel tem uma relação muito forte com Portugal, onde morou e estudou. Ele fala com propriedade sobre a ligação entre os lusitanos e Belém. “Nossa cidade nasceu com eles colonizando essa terra, e nós respiramos a cultura portuguesa. Acho que Belém, de todas as capitais do Brasil é a mais portuguesa. A gente tem resquícios muitos fortes e o frescor de Portugal dentro de Belém. Quando a gente chega em Portugal a gente se reconhece muito, é tudo muito parecido. Chegando lá a gente se sente em Belém, assim como eles quando chegam aqui se sentem em Portugal. Então esta é uma data para mais que se comemorar, é uma data pra louvar a cultura portuguesa”, declarou, ressaltando ainda a importância de se dar valor às comunidades, não só a portuguesa mas também “todas as outras que aqui fazem morada, que se estabelecem e contribuem para o desenvolvimento do país”.

Para o presidente do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira no Pará, Luiz Otávio Monteiro, primeiro descendente a assumir o cargo, antes só ocupado por portugueses natos, esse ano o desafio é o de agregar o público descendente pra criar uma grande corrente unindo a comunidade lusitana. “É uma grande honra estar aqui homenageando os portugueses que criaram esse forte laço entre Brasil e Portugal e aqui no Pará”, declarou. Entre os portugueses natos a que ele se refere, estão com certeza os homenageados Antonio Fernandes, prefeito do Grêmio Literário e Recreativo Português, e seu vice, Arnaldo Rodrigues. “Agradeço muito essa homenagem. Estou há 50 anos aqui, onde cheguei com 16 anos. Já vinha com as mãos calejadas de Portugal e logo me adaptei ao Pará”, conta Fernandes. Da juventude na antiga mercearia Vesúvio até aqui lá se vão 66 anos de Pará e prestes a completar 80 anos, Arnaldo Rodrigues comemora a homenagem recebida. “É uma satisfação receber esse reconhecimento pelo meu trabalho e minha dedicação a esse lugar que me recebeu quando eu era criança ainda. Só tenho a agradecer”.

Você pode Gostar de:

Projeto de Mauro Freitas destaca atuação dos profissionais das mídias eletrônica e digital

A matéria intitulada ” Dia do Mídia é celebrado pelas ORM”, publicada na edição deste …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *