quarta-feira ,19 junho 2019
Home / Notícias / Câmara aprova título de Cidadão de Belém ao presidente Jair Bolsonaro

Câmara aprova título de Cidadão de Belém ao presidente Jair Bolsonaro

Manifestantes pró-Bolsonaro comemoraram a concessão da honraria ao presidente da República.

Por maioria a Câmara Municipal de Belém aprovou nesta terça-feira,11, o projeto de Decreto Legislativo que concede o título de Cidadão de Belém ao presidente da República, Jair Bolsonaro. De autoria do vereador Sargento Silvano (PSD) o projeto recebeu apoio da bancada evangélica e mobilizou um grande público para lotar a galeria popular da CMB. Os manifestantes pró-Bolsonaro dividiram espaço com manifestantes contrários à homenagem, por sua vez mobilizados pelos vereadores que criticaram a proposta e votaram contra a concessão do título honorífico ao Presidente.

Na sua justificativa o vereador Sargento Silvano destaca a biografia de Jair Bolsonaro citando seu mandato como vereador do Rio de Janeiro pelo Partido Democrata Cristão e os sete mandatos como deputado federal, quando atual como titular das Comissões de Constituição e Justiça, de Relações Exteriores, Defesa Nacional e de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, além de ter sido eleito como o 38º presidente do Brasil.

A concessão do título de Belém coincide com a vinda do presidente Bolsonaro a Belém nesta quinta-feira,13, para participar da abertura das comemorações pelo aniversário de 108 anos da Igreja Assembleia de Deus no Brasil. Para confirmar a presença do Presidente e agradecer a honraria, o pastor Samuel Câmara, líder da Assembleia de Deus em Belém, acompanhou a sessão. ” Eu não podia deixar de vir a essa Casa numa ocasião tão importante em que Belém vive um momento de celebração cívica e de fé. Meu sentimento é de gratidão e reconhecimento ao trabalho dos vereadores que fazem a Câmara Municipal e se dedicam a fazer o melhor pela nossa cidade”.

Vereador Silvano disse que a homenagem a Bolsonaro também é uma forma de arte política e de trazer benefícios federais para Belém.

 

Polêmica

Desde 2017 o vereador Sargento Silvano vinha tentando homenagear Jair Bolsonaro com uma comenda municipal.Naquele ano o projeto foi rejeitado e após ter sido reapresentado pelo autor, enfrentou a resistência dos partidos de esquerda na CMB chegando a ser suspenso da pauta por algum tempo. Para Silvano a questão vai além de uma simples homenagem. ” O que tem que ficar claro é que com esse título nós não estamos homenageando a pessoa do Jair Bolsonaro e sim o presidente da República. Estamos dizendo’seja bem-vindo e nos ajude’. Essa é a mensagem. Essa é a arte da política”, afirmou.

Vereadores como  Zeca Pirão (SD) e Simone Kahwage(PRB) defenderam a proposição.  “Não sou fã do presidente Bolsonaro, mas ele foi eleito pela maioria do povo brasileiro e isso tem que ser respeitado. Podem falar tudo dele, menos que é corrupto ou ladrão”, disse Pirão. Para Simone Kahwage a homenagem é mais do que justa. “Ele merece sim esse título. É o nosso presidente. É o presidente do Brasil eleito democraticamente. Dizer que ele mente, é mentira. Dizer que ele é homofóbico,é mentira. Eu inclusive li recentemente que  Bolsonaro é o presidente mais bem avaliado desde Lula e Dilma”, argumentou a vereadora.

Entre os vereadores que criticam a aprovação do projeto, Fernando Carneiro (PSOL) argumenta que o Presidente não fez nada por Belém que justifique o título. ” Faço questão de declarar meu voto contrário a essa proposta que honra um cidadão que não fez nada de relevante pela nossa cidade e que se posiciona abertamente a favor do nazismo, faz apologia à tortura e à violência entre outros absurdos e já demonstrou não ter a menor capacidade de administrar o País”, argumenta Carneiro. Também do PSOL, a vereadora Enfermeira Nazaré disse que a CMB perdeu um tempo precioso discutindo o projeto. “Belém vive uma situação de crise em várias frentes. Temos a questão do lixo, a questão do transporte público. Crianças continuam sendo atendidas no chão do Pronto Socorro e essa casa fica discutindo uma homenagem ao Bolsonaro, a um misógino declarado”, critica.

Você pode Gostar de:

Dia Municipal das Águas fará parte do calendário oficial de Belém

No dia 19 de Março passará a ser comemorado, no calendário oficial de Belém, o …

Skip to content