quarta-feira ,15 agosto 2018
Home / Vereadores / AVANTE / História e nostalgia na homenagem à Associação de Automóveis Antigos do Pará

História e nostalgia na homenagem à Associação de Automóveis Antigos do Pará

Fãs do antigomobilismo, que é a paixão por carros antigos, têm uma data para comemorar desde que o prefeito Zenaldo Coutinho sancionou o projeto de lei de autoria do vereador Rildo Pessoa (Avante), que institui  20 de junho como o Dia Municipal do Antigomobilismo ou Exposição de Carros Antigos em Belém.

Para comemorar a nova lei e também o aniversário de dois anos de fundação da Associação de Automóveis Antigos do Pará (ASAAP) o vereador realizou na tarde desta terça-feira,31, uma sessão especial que reuniu associados e também apaixonados pelo assunto. ” Esse tema é uma tendência nacional que agrega a toda a cidade que trabalha a questão do retrô,a  geração de divisas para o município.Curitiba,por exemplo, é uma cidade que investe em feiras de carros antigos e isso gera recursos. A  Asaap é a primeira associação de toda a região Norte que legitima esse trabalho, que é feito até de forma anônima por pessoas que querem resgatar a história por trás dos carros antigos”, explica Rildo Pessoa.

“Vendo a lambreta que a Asaap trouxe hoje pra cá,várias pessoas chegaram pra mim falando que o pai, ou o avô tiveram uma dessas. Hoje nós vivemos numa sociedade em que infelizmente as coisas são muito efêmeras, muito passageiras. Então não estamos apenas resgatando a questão do retrô, mas também da tradição, da cultura, a história das famílias”, completou o vereador.

No último dia 28 de outubro, a Asaap completou dois anos de existência e hoje reúne cerca de 200 associados. Segundo o presidente da entidade, Vinicius Tobias, o grande avanço neste ano foi a lei municipal nº 9328 ter sido sancionada. ” É uma conquista importante ter o dia 20 de junho como uma data comemorativa ao antigomobilismo e só temos a agradecer à sensibilidade do vereador Rildo Pessoa para a importância cultural da nossa associação. O que nos move é a paixão pelos carros antigos e a vontade de fazer novas amizades e resgatar essa cultura que foi tão forte em épocas passadas, para que nos dias de hoje as pessoas relembrem um pouco da Belém antiga.

No encerramento da sessão a diretoria da Asaap foi homenageada com a entrega de certificados e plaquetas alusivas ao aniversário de dois anos e à conquista da lei que inclui a exposição de carros antigos no calendário municipal de datas comemorativas.

Paixão sobre rodas

Aos 14 anos, passando pelo Conjunto Providência, em Belém,  Thiago da Rocha Góes viu uma lambreta LI 150 ano 1961, e logo ficou interessado no veículo que pertencia a um lanterneiro que morava no conjunto e costumava usar a lambreta para passeios com a família. Foi amor à primeira vista. Há três anos Thiago passava pelo mesmo local e resolveu ver se a lambreta ainda estava por lá. Estava. E seu Isaac, o proprietário, não parecia inclinado a abrir mão dela, mas acabou sendo convencido por Thiago sob a promessa de que ele iria restaurá-la para uso próprio. Promessa cumprida, a lambreta foi completamente restaurada e a primeira pessoa a quem Thiago a mostrou depois disso foi o seu Isaac. ” Foi uma satisfação muito grande ver o resultado de todo o investimento que eu fiz nessa restauração e o prazer de levar emoção para um senhor de 83 anos, que foi às lágrimas quando viu a lambreta exatamente como ela era quando ele a retirou da loja”, conta Thiago.

Para José Luiz Maia, o feliz proprietário da Harley-Davidson 2014 exposta no plenário da Câmara Municipal durante a sessão especial, a paixão por motos e veículos ele nunca deixa de ter. A moto dele não é das mais antigas, mas o fato de ser uma Harley-Davidson modelo Street Glide, fabricada desde 1979, faz com que ela seja considerada retrô. “A marca Halley-Davidson é uma paixão mundial pela garantia, pelo conforto que ela oferece, e pela satisfação de você estar pilotando uma máquina que foi lançada em 1952 e até hoje encanta mundo afora”, disse Maia.

 

Você pode Gostar de:

41 anos da Igreja Universal é celebrado na CMB

  Uma sessão especial na Câmara Municipal de Belém na tarde desta terça feira, 14, …

One comment

  1. O Antigomobilismo é um movimento que agrega a população os mais nobres sentimentos de respeito pelo patrimônio, pelas pessoas e legislação, aproxima o público de um modo geral, cria uma interação de forma singular, gera renda para o município, além de ser prazeroso para os que cultivam e apoiam.
    Um exemplo que posso citar é o meu próprio que ganhei um veículo antigo de meu pai em 2005 e, por motivos de respeito a ele, venho mantendo este automóvel fiz uma restauração e mantenho-o em constante revisão afim de que esteja sempre em perfeitas condições de uso, exibição, e respeite as regras de não polução bem como as de trânsito.
    Este automóvel é também um exemplo de aproximação dos laços de família e amigos pois, durante a sua restauração, fortaleceu-se ainda mais a amizade entre pai e filho. A relação da família toda foi afetada (para a melhor) com o movimento antigomobilista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Skip to content